quarta-feira, 15 de outubro de 2008

"Palavras mudas"


Se a Vida me pudesse falar
Me diria, com carinho:
Continua a caminhar
Tu não estás aqui sózinho

Falar,mas oralmente
Porque falar,ela já faz
Diz-me carinhosamente
O que eu der,é o que me traz

Quer que eu levante a cabeça
Mesmo quando estou a chorar
Quer que eu tenha a certeza
Que a minha Luz sabe brilhar

Ora, aí está mais uma vez
mas também é o que sinto
Se eu semear,dois ou três
Eu vou colher,quatro ou cinco.

ANAP.

domingo, 5 de outubro de 2008

"poeta"


Há dias que apetece pensar
Há outros,que apetece sorrir
Há uns,que passa a gritar
Há esses,que só pensa fugir

É tão grande a emoção
Nesse coração insaciante
Consegue rir sem razão
Enquanto chora bastante

Vive a vida com a certeza
Que todos sabemos Amar
Sabe viver a tristeza
E deixa o coração falar

É vida, com algum sofrimento
Mas com muita beleza,no fundo
É achar ter o conhecimento
Que pode um dia, mudar o Mundo

É viver por aí,sempre a voar
Sobre as palavras de algum profeta
É andar pela vida sempre a sonhar
É esta a linda Alma do Poeta.
ANAP.

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

"Erros"


Ás vezes páro,e gosto de olhar para trás
E ficar a pensar na vida vagamente
Ficar com o bom que o erro nos traz
O passado ,anda de mãos dadas com o presente

Anda de mãos dadas com o presente
E dá-nos a oportunidade de mudar
sermos muito melhores ,mais á frente
e termos sempre coragem para ganhar

Sim ganhar,nesta vida de precalços
Que muitas vezes o que parece não é
Mesmo quando não estamos descalços
É muito fácil perdermos o pé

E é nesses momentos, que podemos mudar
Com os erros,aprender a viver com a maré
É preciso força e coragem para lutar
E é concerteza também uma questão de Fé.
ANAP.

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

"O melhor do Mundo"


Este é um momento dificíl na minha vida
E eu acho que eu já não devia ser assim
Eu sei que há sempre chegadas e partidas
E essa regra não é diferente para mim

É que abraçei tão fortemente este dom
A felicidade maior que a vida tem
Vivi a vida sempre no melhor tom
Desde aquele dia em que eu fui Mãe

Desde esse dia que tudo em mim mudou
E ainda bem que isso me pôde acontecer
A alegria e o Amor que eu lhes dou
È que me mostram que vale a pena viver

Ás vezes o que me apetece é gritar
O que trago no peito,bem lá no fundo
Dizer que os meus filhos vou sempre amar
Que eles vão ser sempre o melhor do Mundo

Eu sei que um dia eles vão voar
Nos imensos ventos que há nesta vida
E que sou eu que tenho que os ensinar
A abrir as asas para a partida

Em tempos pensei que eram só meus
Porque afinal sou eu que sou a Mãe
Hoje sei o quanto errada estava,ó Deus
Porque na vida ninguém é de ninguém

Mas trago sempre a consolação
Que uma Mãe na vida pode ter
Eles também me trazem no coração
E também para mim sempre vão viver.

ANAP.

sábado, 30 de agosto de 2008

"Tempo"


Dizem que para tudo há um tempo na vida
mas eu pergunto,o que é isto do tempo afinal?
Dizem que ás vezes o tempo é uma saída
Deixá-lo passar,pode mesmo ser fatal

um tempo para nascer,um tempo para morrer
um tempo que parece que corre ao passar
um tempo para parar,um tempo para viver
um tempo para rir,um tempo para chorar

será que eu tenho um tempo para reflectir
nesta coisa do tempo que não passa em vão
será que o tempo me vai deixar sentir
que o tempo não passa da mais pura ilusão.

ANAP:

"Alma"


Minha vida terrena é só uma passagem
De um caminho antigo que ando a viver
Meu corpo fisico é uma mera embalagem
Que guarda uma alma que teima em crescer

Então porquê,viver tanto p`ra imagem
Que este Mundo de agora nos teima em impôr
Se o que conta mesmo,nesta viagem
È os estados de alma,que têm valor

Então está na hora de parar com a razão
Se a verdadeira razão não sabemos entender
Devemos então ouvir mais o coração
Para que a alma cresça enquanto o corpo viver

ANAP.

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

"pensamento de luz"


Hoje dei comigo a pensar
Mas, fí-lo até sem querer
será que procuro o luar,
ou é ele, que me quer ver?

Eu sinto tanto prazer
Quando passeio á beira-mar
Será que sou eu que o quero ver,
ou é ele, que me quer abraçar?

Quando olho as estrelas que centilam
Que na noite brilham sem parar
Será que são elas que me iluminam,
Ou é o meu reflexo,que as faz brilhar?

Quando vejo o pôr do sol raiar
sinto-o sempre com alegria
Será que o faço por precisar
Ou também eu ,lhe dou energia

Com este longo pensamento
tirei uma conclusão afinal
Não ando aqui á mercê do vento
Eu também sou especial.

ANAP.

sábado, 23 de agosto de 2008

para a minha madrinha


Recados e Imagens - Domingo - Orkut

Recados, Gifs e Imagens no Glimboo.com

"Velho"


Ser velho é ser experiente no tudo e no nada
É estar a chegar quase ao fim da estrada
É ter percorrido quase todo o caminho
É ver-se ao espelho e encontrar um velhinho

É ter no coração um cofre guardado
cheio de memórias de um antigo passado
É deixar os mais novos falar sem sentir
E conseguir prever o que vem a seguir

A velhice pode vir a ser tua também
E o tempo não pede licença a ninguém
Por isso cuidado ao tratares um velhinho
Que um dia também será o teu caminho

Ao falares com um velho escuta-o com Amor
Para ti que és novo,ele é professor
Todo o velho do Mundo deve ser respeitado
A sabedoria de um velho é um posto alcançado.

AnaP.

domingo, 3 de agosto de 2008

"Perfeita Harmonia"


Será que sou uma lunática
Ou passo a vida a sonhar
Para viver não há táctica
É só preciso deixar

Deixar a vida correr
Sem ter que a complicar
Deixar a vida viver
Deixar o Amor vibrar

É só olhar ao redor
E perceber a Natureza
Vamos encontrar o Amor
Na sua mais simples beleza

Podemos até estar sózinhos
Mas podemos sempre falar
Tanto com os passarinhos
Como com as ondas do Mar

Temos estrelas como farol
Para nos poder guiar
A luz do dia vem do sol
Á noite a Lua p´ra iluminar

Não é dificil entender
Tudo está em harmonia
Para podermos todos viver
Em Paz,Amor e Alegria.

AnaP.

Recados e Imagens - Anjos - Orkut

Recados, Gifs e Imagens no Glimboo.com







UM BOM FIM DE SEMANA TAMBÈM PARA TI MADRINHA BJINHOS
ANA.P

Recados e Imagens - Amizade - Orkut

Recados, Gifs e Imagens no Glimboo.com



é claro que aceitei ser tua afilhada,e é de coração.Fico muito feliz por seres minha madrinha.

sexta-feira, 25 de julho de 2008

"visão de liberdade"


Podemos sempre ver e sentir a vida
como nós quisermos...
È para ti mariposa
bjs

"Mariposa"


Conheci um dia alguém
Que pensava nada saber
Só que na vida não há ninguém
Que não possa vir a crescer

E de facto ela cresceu
Mesmo sendo devagarinho
E todo este tempo valeu
Não foi perdido,o caminho

Caminho nem sempre a direito
Esse,entre o alvo e a seta
Ninguém na vida é perfeito
Mas um dia chega á meta

Dá-me tanta,tanta alegria
E dá-me imenso prazer
Conhecer uma menina um dia
E hoje ver nela uma Mulher

Fico feliz ao vê-la assim
Caminha bem e com vaidade
Nesta prova,que para mim
Se deve viver em liberdade

Sei bem o que ela queria
Sei bem o que ela adorava
Poder voar nem que um só dia
P´los lábios do vento ser beijada

Ela pensa que não voa
Mas sempre pode sonhar
Mas quando pensa,pensa á toa
Não é preciso asas para voar

Quer ela queira quer não
Pode mesmo ser vaidosa
Porque dentro do seu coração
Há uma alma de Mariposa.

AnaP.

quinta-feira, 24 de julho de 2008

"Minha estrela"


Tu disseste-me em algum dia
Agarrada á minha mão
Que a tua ajuda a mim viria
E que as lágimas não vinham em vão

Senti grande,grande dôr
Por pensar estar sózinha
Mas senti sempre o amor
Sem saber de onde vinha

Hoje sei,tenho a certeza
E sinto de onde ele vem
Vem de tudo que me rodeia
És tu que me dás...minha Mãe

Obrigado minha querida
Obrigado do coração
Por caminhares na minha vida
sem nunca me largares a mão.

AnaP.

"Perdão"



A tristeza que eu causei
A quem por mim se tenha cruzado
Os maus momentos que passei
Que poderia não ter passado

Peço desculpa...

Se desiludi quem eu não queria
Ao repararem quem eu não era
Se sentiram em algum dia
Que era menos do que alguém espera

Peço desculpa...

Se alguém na minha vida
Se sentiu atraiçoado
Se sentiu a minha partida
Sem mesmo ainda eu ter chegado

Peço desculpa...

Quero que todos com ternura
Me oiçam agora por favor
Que por fim ao estar madura
Sinto que fiz tudo por amor

Amor tão grande na minha "cruz"
E que lá a trás não entendia
E que ao crescer se tornou luz
Ficou mais claro quando crescia

E este tão grande amor
Que trago no meu coração
Ofereço ao Mundo com minha dôr
E a todos,a todos peço perdão.

AnaP.

"Momentos especiais"


Sou ainda pequenina
Nesta longa caminhada
Talvez um pouco perdida
Mas sempre acompanhada

Vou dando pequenos passos
P´ra poder evitar cair
Caminhando para os braços
De alguém que me ajuda a subir

É com quedas e a perder
Que se aprende a caminhar
Estou pronta a aprender
mesmo sendo devagar

Talvez nem tenha que perceber
Tenho apenas que aceitar
O que a vida tem p´ra me oferecer
O que tem p´ra me ensinar

Deixar sempre vir a mudança
E que eu possa entender
Que não se perde a esperança
De continuar a crescer

Tenho momentos de alegria
E que em nada são iguais
Aos outros momentos do dia
São momentos Especiais

São momentos que não dou por nada
Nem sei quanto tempo vão durar
Sinto-me de Paz inundada
Que me apetece chorar

Quero continuar a aprender
E sei que estou iluminada
Por quem me ama e vê crescer
E que caminhamos de mão nada.

AnaP.

"É hora"


É hora de agradecer
Tudo o que por mim fizeste
O eu poder entender
Toda a vida que me deste

Vida que eu não entendia
E sentia injustiçada
Mas que por fim em algum dia
Percebi que era ajudada

Obrigado por momentos de dôr
Que pudeste me proporcionar
Por poder sentir o amor
E ter também amor p´ra dar

Obrigado por poder viver
Mistérios que a vida tem
Um dos grandes,podes crer
O de sentir poder ser Mãe

Obrigado pelos filhos
Que me destes nesta jornada
Poder lhes ensinar os trilhos
Nesta enorme caminhada

Obrigado por poderes me oferecer
Este companheiro de cruzada
Que me ajuda a crescer
Sem nunca exigir nada

Obrigado por tanta "gente"
Que na minha vida se tem cruzado
Por acreditar que da semente
Nasce sempre o semeado

Obrigado por sentir que a causa
Causa sempre o efeito
Que o principal na minha vida
É o amor que trago no peito

Obrigado p´la vida que me estás a dar
P´la mente que teima em ser iluminada
Por nas asas dos anjos poder voar
Mesmo quando estou acordada.

AnaP.

"Certeza"




Vê se vens ao pé de mim
E me abraças devagar
P´ra nunca chegar ao fim
Esse tempo para amar

Amar,amar sem preconceito
Sem ter pressa nem pudor
P´ra me poderes beijar o peito
E fazê-lo com amor

Quero poder te agarrar
Poder fazê-lo com a boca
Até poder delirar
Gemer que nem uma louca

Prazer,agora é o que resta
É o principal para viver
Fazer do teu corpo uma festa
Onde os dois vamos beber

Hoje eu tenho a certeza
Que és tu,és tu afinal
Que me enches de beleza
És tu afinal...o tal

O tal que eu quero para mim
Lambê-lo todo sem parar
O que me toca tão bem assim
Com suas mãos,faz viajar

Teu corpo lindo é uma visão
Em que eu passo a viajar
Quero senti-lo agora então
No meu,também podes entrar

Hoje estou muito feliz
Estou segura e mais que certa
Que tudo o que a vida me diz
É que és tu,quem me completa.

AnaP.

"Viagens"


Se ouvires a tua alma falar
Nos momentos cruciais
É fácil para ti acreditar
Que todos somos imortais

Não tenhas medo de caminhar
De deixar para trás toda a bagagem
Não tenhas medo de acreditar
De ser livre na tal viagem

Todos nós temos a nossa "cruz"
Se tropeçares não faz mal
Todos caminhamos para a luz
Para o Amor universal.

AnaP.

"Tela"




Hoje sonhei que era pintora
Na tela gigante da vida
uma eterna sonhadora
ansiosa por ser ouvida

Ela pintava e não sabia
mas era uma pintora e tanto
Pintava tudo quanto sentia
mas ainda assim a preto e branco

E o tempo foi passando
E a tela ganhando côr
As suas mãos murmurando
sobre pinceladas de amor

Cada vez com mais certeza
Do que queria transmitir
A vida com toda a beleza
A beleza do que está para vir

Pintava cada vez com mais fervor
As suas obras devagarinho
Punha-lhes a côr do amor
Com retoques de carinho

Á medida que ia crescendo
ganhava mais sabedoria
Ao pintar ia fazendo
A sua obra,com alegria

E a vida ao passar
cada vez tinha mais côr
Deu consigo a pensar
Tão bem que pintava o amor

E outro,e outro e mais outro tom
Que a pintora punha na tela
Descobriu que este era o dom
E o segredo da vida dela.

AnaP.

os meus poemas

  • "Esperança"
  • "Aceitar"
  • "Sensibilidade"
  • "Chegar ao...zero"
  • "Cegos,surdos e mudos"
  • "Pedido"
  • "Uma pessoa"
  • "Querer"
  • "Arco irís"
  • "Obrigado"
  • "Palavras Mudas"
  • "Poeta"
  • "Erros"
  • "O melhor do Mundo"
  • "Tempo"
  • "Alma"
  • "Pensamento de luz"
  • "Velho"
  • "Perfeita harmonia"
  • "Mariposa"
  • "Minha estrela"
  • "Perdão"
  • "Momentos especiais"
  • "É hora"
  • "Certeza"
  • "Viagens"
  • "Tela"
  • . ..PRÊMIO 'MELHORES LIVROS DE POESIAS 2012'.No dia 14 de setembro de 2012, em cerimônia realizada no Palácio de Cristal, na belíssima cidade de Petrópoli...
    Há 5 anos