domingo, 5 de outubro de 2008

"poeta"


Há dias que apetece pensar
Há outros,que apetece sorrir
Há uns,que passa a gritar
Há esses,que só pensa fugir

É tão grande a emoção
Nesse coração insaciante
Consegue rir sem razão
Enquanto chora bastante

Vive a vida com a certeza
Que todos sabemos Amar
Sabe viver a tristeza
E deixa o coração falar

É vida, com algum sofrimento
Mas com muita beleza,no fundo
É achar ter o conhecimento
Que pode um dia, mudar o Mundo

É viver por aí,sempre a voar
Sobre as palavras de algum profeta
É andar pela vida sempre a sonhar
É esta a linda Alma do Poeta.
ANAP.

2 comentários:

Sadmann disse...

Parabens Ana, muito bom!
com certeza a vida é cheia de alegria e beleza, claro há momentos ruins né... mas a gente tem que ter essa alma de poeta e nunca deixar de ter fé e sonhar.

Grande abraço!

joesio disse...

A "alma do poeta" não só é linda, como também cheia de nuances e enigmas. Como bem disse o maior poeta de todos os tempos, "o poeta é um fingidor, finge tão completamente que chega a fingir que é dor, a dor que deveras sente"... E entender a alma de um poeta é como tentar entender as mulheres, ou seja seja, é preciso ter PHD no quesito SENSIBILIDADE.

os meus poemas

  • "Esperança"
  • "Aceitar"
  • "Sensibilidade"
  • "Chegar ao...zero"
  • "Cegos,surdos e mudos"
  • "Pedido"
  • "Uma pessoa"
  • "Querer"
  • "Arco irís"
  • "Obrigado"
  • "Palavras Mudas"
  • "Poeta"
  • "Erros"
  • "O melhor do Mundo"
  • "Tempo"
  • "Alma"
  • "Pensamento de luz"
  • "Velho"
  • "Perfeita harmonia"
  • "Mariposa"
  • "Minha estrela"
  • "Perdão"
  • "Momentos especiais"
  • "É hora"
  • "Certeza"
  • "Viagens"
  • "Tela"
  • . ..PRÊMIO 'MELHORES LIVROS DE POESIAS 2012'.No dia 14 de setembro de 2012, em cerimônia realizada no Palácio de Cristal, na belíssima cidade de Petrópoli...
    Há 4 anos