sexta-feira, 25 de julho de 2008

"visão de liberdade"


Podemos sempre ver e sentir a vida
como nós quisermos...
È para ti mariposa
bjs

"Mariposa"


Conheci um dia alguém
Que pensava nada saber
Só que na vida não há ninguém
Que não possa vir a crescer

E de facto ela cresceu
Mesmo sendo devagarinho
E todo este tempo valeu
Não foi perdido,o caminho

Caminho nem sempre a direito
Esse,entre o alvo e a seta
Ninguém na vida é perfeito
Mas um dia chega á meta

Dá-me tanta,tanta alegria
E dá-me imenso prazer
Conhecer uma menina um dia
E hoje ver nela uma Mulher

Fico feliz ao vê-la assim
Caminha bem e com vaidade
Nesta prova,que para mim
Se deve viver em liberdade

Sei bem o que ela queria
Sei bem o que ela adorava
Poder voar nem que um só dia
P´los lábios do vento ser beijada

Ela pensa que não voa
Mas sempre pode sonhar
Mas quando pensa,pensa á toa
Não é preciso asas para voar

Quer ela queira quer não
Pode mesmo ser vaidosa
Porque dentro do seu coração
Há uma alma de Mariposa.

AnaP.

quinta-feira, 24 de julho de 2008

"Minha estrela"


Tu disseste-me em algum dia
Agarrada á minha mão
Que a tua ajuda a mim viria
E que as lágimas não vinham em vão

Senti grande,grande dôr
Por pensar estar sózinha
Mas senti sempre o amor
Sem saber de onde vinha

Hoje sei,tenho a certeza
E sinto de onde ele vem
Vem de tudo que me rodeia
És tu que me dás...minha Mãe

Obrigado minha querida
Obrigado do coração
Por caminhares na minha vida
sem nunca me largares a mão.

AnaP.

"Perdão"



A tristeza que eu causei
A quem por mim se tenha cruzado
Os maus momentos que passei
Que poderia não ter passado

Peço desculpa...

Se desiludi quem eu não queria
Ao repararem quem eu não era
Se sentiram em algum dia
Que era menos do que alguém espera

Peço desculpa...

Se alguém na minha vida
Se sentiu atraiçoado
Se sentiu a minha partida
Sem mesmo ainda eu ter chegado

Peço desculpa...

Quero que todos com ternura
Me oiçam agora por favor
Que por fim ao estar madura
Sinto que fiz tudo por amor

Amor tão grande na minha "cruz"
E que lá a trás não entendia
E que ao crescer se tornou luz
Ficou mais claro quando crescia

E este tão grande amor
Que trago no meu coração
Ofereço ao Mundo com minha dôr
E a todos,a todos peço perdão.

AnaP.

"Momentos especiais"


Sou ainda pequenina
Nesta longa caminhada
Talvez um pouco perdida
Mas sempre acompanhada

Vou dando pequenos passos
P´ra poder evitar cair
Caminhando para os braços
De alguém que me ajuda a subir

É com quedas e a perder
Que se aprende a caminhar
Estou pronta a aprender
mesmo sendo devagar

Talvez nem tenha que perceber
Tenho apenas que aceitar
O que a vida tem p´ra me oferecer
O que tem p´ra me ensinar

Deixar sempre vir a mudança
E que eu possa entender
Que não se perde a esperança
De continuar a crescer

Tenho momentos de alegria
E que em nada são iguais
Aos outros momentos do dia
São momentos Especiais

São momentos que não dou por nada
Nem sei quanto tempo vão durar
Sinto-me de Paz inundada
Que me apetece chorar

Quero continuar a aprender
E sei que estou iluminada
Por quem me ama e vê crescer
E que caminhamos de mão nada.

AnaP.

"É hora"


É hora de agradecer
Tudo o que por mim fizeste
O eu poder entender
Toda a vida que me deste

Vida que eu não entendia
E sentia injustiçada
Mas que por fim em algum dia
Percebi que era ajudada

Obrigado por momentos de dôr
Que pudeste me proporcionar
Por poder sentir o amor
E ter também amor p´ra dar

Obrigado por poder viver
Mistérios que a vida tem
Um dos grandes,podes crer
O de sentir poder ser Mãe

Obrigado pelos filhos
Que me destes nesta jornada
Poder lhes ensinar os trilhos
Nesta enorme caminhada

Obrigado por poderes me oferecer
Este companheiro de cruzada
Que me ajuda a crescer
Sem nunca exigir nada

Obrigado por tanta "gente"
Que na minha vida se tem cruzado
Por acreditar que da semente
Nasce sempre o semeado

Obrigado por sentir que a causa
Causa sempre o efeito
Que o principal na minha vida
É o amor que trago no peito

Obrigado p´la vida que me estás a dar
P´la mente que teima em ser iluminada
Por nas asas dos anjos poder voar
Mesmo quando estou acordada.

AnaP.

"Certeza"




Vê se vens ao pé de mim
E me abraças devagar
P´ra nunca chegar ao fim
Esse tempo para amar

Amar,amar sem preconceito
Sem ter pressa nem pudor
P´ra me poderes beijar o peito
E fazê-lo com amor

Quero poder te agarrar
Poder fazê-lo com a boca
Até poder delirar
Gemer que nem uma louca

Prazer,agora é o que resta
É o principal para viver
Fazer do teu corpo uma festa
Onde os dois vamos beber

Hoje eu tenho a certeza
Que és tu,és tu afinal
Que me enches de beleza
És tu afinal...o tal

O tal que eu quero para mim
Lambê-lo todo sem parar
O que me toca tão bem assim
Com suas mãos,faz viajar

Teu corpo lindo é uma visão
Em que eu passo a viajar
Quero senti-lo agora então
No meu,também podes entrar

Hoje estou muito feliz
Estou segura e mais que certa
Que tudo o que a vida me diz
É que és tu,quem me completa.

AnaP.

"Viagens"


Se ouvires a tua alma falar
Nos momentos cruciais
É fácil para ti acreditar
Que todos somos imortais

Não tenhas medo de caminhar
De deixar para trás toda a bagagem
Não tenhas medo de acreditar
De ser livre na tal viagem

Todos nós temos a nossa "cruz"
Se tropeçares não faz mal
Todos caminhamos para a luz
Para o Amor universal.

AnaP.

"Tela"




Hoje sonhei que era pintora
Na tela gigante da vida
uma eterna sonhadora
ansiosa por ser ouvida

Ela pintava e não sabia
mas era uma pintora e tanto
Pintava tudo quanto sentia
mas ainda assim a preto e branco

E o tempo foi passando
E a tela ganhando côr
As suas mãos murmurando
sobre pinceladas de amor

Cada vez com mais certeza
Do que queria transmitir
A vida com toda a beleza
A beleza do que está para vir

Pintava cada vez com mais fervor
As suas obras devagarinho
Punha-lhes a côr do amor
Com retoques de carinho

Á medida que ia crescendo
ganhava mais sabedoria
Ao pintar ia fazendo
A sua obra,com alegria

E a vida ao passar
cada vez tinha mais côr
Deu consigo a pensar
Tão bem que pintava o amor

E outro,e outro e mais outro tom
Que a pintora punha na tela
Descobriu que este era o dom
E o segredo da vida dela.

AnaP.

os meus poemas

  • "Esperança"
  • "Aceitar"
  • "Sensibilidade"
  • "Chegar ao...zero"
  • "Cegos,surdos e mudos"
  • "Pedido"
  • "Uma pessoa"
  • "Querer"
  • "Arco irís"
  • "Obrigado"
  • "Palavras Mudas"
  • "Poeta"
  • "Erros"
  • "O melhor do Mundo"
  • "Tempo"
  • "Alma"
  • "Pensamento de luz"
  • "Velho"
  • "Perfeita harmonia"
  • "Mariposa"
  • "Minha estrela"
  • "Perdão"
  • "Momentos especiais"
  • "É hora"
  • "Certeza"
  • "Viagens"
  • "Tela"
  • . ..PRÊMIO 'MELHORES LIVROS DE POESIAS 2012'.No dia 14 de setembro de 2012, em cerimônia realizada no Palácio de Cristal, na belíssima cidade de Petrópoli...
    Há 4 anos