quinta-feira, 24 de julho de 2008

"Certeza"




Vê se vens ao pé de mim
E me abraças devagar
P´ra nunca chegar ao fim
Esse tempo para amar

Amar,amar sem preconceito
Sem ter pressa nem pudor
P´ra me poderes beijar o peito
E fazê-lo com amor

Quero poder te agarrar
Poder fazê-lo com a boca
Até poder delirar
Gemer que nem uma louca

Prazer,agora é o que resta
É o principal para viver
Fazer do teu corpo uma festa
Onde os dois vamos beber

Hoje eu tenho a certeza
Que és tu,és tu afinal
Que me enches de beleza
És tu afinal...o tal

O tal que eu quero para mim
Lambê-lo todo sem parar
O que me toca tão bem assim
Com suas mãos,faz viajar

Teu corpo lindo é uma visão
Em que eu passo a viajar
Quero senti-lo agora então
No meu,também podes entrar

Hoje estou muito feliz
Estou segura e mais que certa
Que tudo o que a vida me diz
É que és tu,quem me completa.

AnaP.

Sem comentários:

os meus poemas

  • "Esperança"
  • "Aceitar"
  • "Sensibilidade"
  • "Chegar ao...zero"
  • "Cegos,surdos e mudos"
  • "Pedido"
  • "Uma pessoa"
  • "Querer"
  • "Arco irís"
  • "Obrigado"
  • "Palavras Mudas"
  • "Poeta"
  • "Erros"
  • "O melhor do Mundo"
  • "Tempo"
  • "Alma"
  • "Pensamento de luz"
  • "Velho"
  • "Perfeita harmonia"
  • "Mariposa"
  • "Minha estrela"
  • "Perdão"
  • "Momentos especiais"
  • "É hora"
  • "Certeza"
  • "Viagens"
  • "Tela"
  • . ..PRÊMIO 'MELHORES LIVROS DE POESIAS 2012'.No dia 14 de setembro de 2012, em cerimônia realizada no Palácio de Cristal, na belíssima cidade de Petrópoli...
    Há 4 anos