quinta-feira, 24 de julho de 2008

"Tela"




Hoje sonhei que era pintora
Na tela gigante da vida
uma eterna sonhadora
ansiosa por ser ouvida

Ela pintava e não sabia
mas era uma pintora e tanto
Pintava tudo quanto sentia
mas ainda assim a preto e branco

E o tempo foi passando
E a tela ganhando côr
As suas mãos murmurando
sobre pinceladas de amor

Cada vez com mais certeza
Do que queria transmitir
A vida com toda a beleza
A beleza do que está para vir

Pintava cada vez com mais fervor
As suas obras devagarinho
Punha-lhes a côr do amor
Com retoques de carinho

Á medida que ia crescendo
ganhava mais sabedoria
Ao pintar ia fazendo
A sua obra,com alegria

E a vida ao passar
cada vez tinha mais côr
Deu consigo a pensar
Tão bem que pintava o amor

E outro,e outro e mais outro tom
Que a pintora punha na tela
Descobriu que este era o dom
E o segredo da vida dela.

AnaP.

Sem comentários:

os meus poemas

  • "Esperança"
  • "Aceitar"
  • "Sensibilidade"
  • "Chegar ao...zero"
  • "Cegos,surdos e mudos"
  • "Pedido"
  • "Uma pessoa"
  • "Querer"
  • "Arco irís"
  • "Obrigado"
  • "Palavras Mudas"
  • "Poeta"
  • "Erros"
  • "O melhor do Mundo"
  • "Tempo"
  • "Alma"
  • "Pensamento de luz"
  • "Velho"
  • "Perfeita harmonia"
  • "Mariposa"
  • "Minha estrela"
  • "Perdão"
  • "Momentos especiais"
  • "É hora"
  • "Certeza"
  • "Viagens"
  • "Tela"
  • . ..PRÊMIO 'MELHORES LIVROS DE POESIAS 2012'.No dia 14 de setembro de 2012, em cerimônia realizada no Palácio de Cristal, na belíssima cidade de Petrópoli...
    Há 4 anos