domingo, 29 de março de 2009

"Esperança"


Esperança,é tão somente
Acreditar,
Que conseguimos aprender a
Viver,
Tudo isto enquanto a Vida
Corre,
Para isso vamos ter que
"ACEITAR"
Que ela não é a última a
Morrer,
Porque na verdade ela nunca
Morre.

AnaP.

"Aceitar"

Na verdade mau,não há niguém
Aqui ,nesta nossa vida mundana
Trazemos Amor,de onde tudo vem
Somente é o Ego,quem nos engana


Não custa pararmos um pouquinho
E tentarmos os outros sempre ajudar,
Dar-lhes então todo o nosso carinho
E com toda a certeza,ele vai voltar


Quem disse que o sofrimento é negativo
E que tu não tens que o agradecer?
Pois,eu acho que sempre ele é preciso
Pois só com ele,tu vais aprender


Se olhares para trás,vais conseguir ver
Que tudo se aprende no passo a passo
Que os erros somente te farão crescer
E que nada mas nada acontece ao acaso


Se queres um dia poder alcançar
Essa Paz então, talvez já merecida
Enquanto por aqui andares a caminhar
Aprende na escola que é a tua Vida


Para poderes viver em harmonia
Tudo na vida tens que vivenciar
E nada disto é pura magia
A palavra secreta é "Aceitar".

ANAP.

segunda-feira, 16 de março de 2009

"Sensibilidade"


Palavras,dizem-se tantas
E ás vezes não nos dizem nada
Acções,somente umas quantas
É bom demais estar parada

Mas mesmo parada aqui
Fico-me quieta a observar,
Tudo aquilo que se passa em ti
Enquanto eu te estou a Amar

E andamos nisto juntos
E no mesmo patamar,
A viver estes assuntos
Que nos fazem cá voltar

E fico muito feliz ao pensar
E completa de entusiasmo,
Que somente com um olhar
Eu possa sentir um orgasmo

Um dia vão conseguir provar
Que é assim mesmo ,podem crer
Que simplesmente ao cheirar
Podem conseguir o maior prazer.

ANAP.

segunda-feira, 9 de março de 2009

"Chegar ao...zero"


Com quarenta anos de vida
Dou comigo a balançar,
Se gosto de andar perdida
Entre as ondas a navegar

Penso agora e mais daqui a pouco
E volto de novo a pensar,
Neste Mundo que anda tão louco
Sempre com a corda a esticar

Tenho a mania de querer
Que a palavra então vos diga,
Que também se aprende a viver
Que há um tempo p´ra tudo na vida

Mas eu sinto-me já perto
Daquilo que eu quero p´ra mim,
Mas eu quero sentir ao certo
Que o princípio está no fim

Sinto-me cada vez mais feliz
Quanto mais abandonada,
Seguir o que a Alma me diz
Ao ver-me a ficar sem nada

Vou sentir-me preenchida
Com o meu desejo sincero,
De ficar com tudo na vida
Quando conseguir chegar ao zero.

AnaP.

segunda-feira, 2 de março de 2009

"Cegos,surdos e mudos"


Existem por aqui aqueles
Que fingem acreditar,
Pensam que mesmo eles
Sabem do que estão a falar

Vivem a vida em total ganância
Fingem alguma ingenuidade,
Não sei se será ignorância
Ou será pura maldade

Pensam que conseguem enganar
A estes chamados sensíveis,
Erram porque querem errar
Fingem que fizeram os possiveis

E passam a vida a pensar
Que eles é que têm razão,
E um dia vão tropeçar
E ficam caídos no chão

Mas para tudo há um basta
Chega de tanto avisar,
A palavra já tá gasta
Só muda quem quer mudar

Não existe burros assim
A errar eternamente
Esta gente cá para mim
Não quer andar para a frente

Não quer andar p`ra frente
porque não acredita sequer,
Que toda a vida da gente
É a aprendizagem do ser

Quem querem eles enganar
Com essa vida de ilusão,
Aquele que traz a luz a brilhar
Dentro do seu coração?

AnaP.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

"Pedido"


Peço-te, fica aqui comigo
Nem que seja em pensamento
Nem sempre o que eu te digo
Voa nas asas do vento

Peço-te, fica aqui comigo
Nem que seja só p´ra olhar
Nem sempre o que eu te digo
Fica a pairar sobre o ar

Peço-te, fica aqui comigo
Nem que seja só p´ra sorrir
Nem sempre o que eu te digo
É para te ver a fugir

Peço-te, fica aqui comigo
Nem que seja só p´ra acalmar
Nem sempre o que eu te digo
É p´ra fingir não te Amar.

AnaP.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

"Uma pessoa"


Sou uma pessoa como tantas mais
Muito Amor,numa mulher pequena
De arcos-irís em vendavais,
Uma criança de idade serena

Gosto de rir só com o olhar,
No meio de toda a multidão
Mas adoro também chorar,
No grande escuro da solidão

Não sei bem onde quero estar,
Mas sinto sempre onde estou
Não sei onde a vida me vai levar,
Nem mesmo sei quem é que sou

Gosto muito de viver assim,
Sempre com a Liberdade
De ser honesta p`ra mim,
De sentir sempre a verdade

Eu não sei se sou feliz,
Nem sei bem o que quer dizer
Será que o coração me diz,
Que eu até nem o quero ser?

Será que tantos sentimentos ,
Que eu vivo com ansiedade
Não são esses os momentos,
De que são feitos a felicidade?

Este alguém um pouco incerta,
Que esta Alma me deu
É uma pessoa de Alma aberta,
Esta pessoa sou Eu.

AnaP.

os meus poemas

  • "Esperança"
  • "Aceitar"
  • "Sensibilidade"
  • "Chegar ao...zero"
  • "Cegos,surdos e mudos"
  • "Pedido"
  • "Uma pessoa"
  • "Querer"
  • "Arco irís"
  • "Obrigado"
  • "Palavras Mudas"
  • "Poeta"
  • "Erros"
  • "O melhor do Mundo"
  • "Tempo"
  • "Alma"
  • "Pensamento de luz"
  • "Velho"
  • "Perfeita harmonia"
  • "Mariposa"
  • "Minha estrela"
  • "Perdão"
  • "Momentos especiais"
  • "É hora"
  • "Certeza"
  • "Viagens"
  • "Tela"
  • . ..PRÊMIO 'MELHORES LIVROS DE POESIAS 2012'.No dia 14 de setembro de 2012, em cerimônia realizada no Palácio de Cristal, na belíssima cidade de Petrópoli...
    Há 4 anos