segunda-feira, 16 de março de 2009

"Sensibilidade"


Palavras,dizem-se tantas
E ás vezes não nos dizem nada
Acções,somente umas quantas
É bom demais estar parada

Mas mesmo parada aqui
Fico-me quieta a observar,
Tudo aquilo que se passa em ti
Enquanto eu te estou a Amar

E andamos nisto juntos
E no mesmo patamar,
A viver estes assuntos
Que nos fazem cá voltar

E fico muito feliz ao pensar
E completa de entusiasmo,
Que somente com um olhar
Eu possa sentir um orgasmo

Um dia vão conseguir provar
Que é assim mesmo ,podem crer
Que simplesmente ao cheirar
Podem conseguir o maior prazer.

ANAP.

4 comentários:

fatima disse...

olá Ana quando leio os teus poemas fico cada vez mais orgulhosa em ser tua AMIGA :-) e tua madrinha de blog beijos adorei todos

João52 disse...

oi Ana lindo poema este adorei...

saudações poéticas

disse...

Ana,

Belo poema que fala de amor. Falar de amor é tudo de bom, ainda mais quando só de olhar nos da prazer.

Beijo, linda,

Teka

joesio disse...

Ana,
Se hoje Pessoa estivesse vivo, ele certamente encantado ficaria com os seus versos.

os meus poemas

  • "Esperança"
  • "Aceitar"
  • "Sensibilidade"
  • "Chegar ao...zero"
  • "Cegos,surdos e mudos"
  • "Pedido"
  • "Uma pessoa"
  • "Querer"
  • "Arco irís"
  • "Obrigado"
  • "Palavras Mudas"
  • "Poeta"
  • "Erros"
  • "O melhor do Mundo"
  • "Tempo"
  • "Alma"
  • "Pensamento de luz"
  • "Velho"
  • "Perfeita harmonia"
  • "Mariposa"
  • "Minha estrela"
  • "Perdão"
  • "Momentos especiais"
  • "É hora"
  • "Certeza"
  • "Viagens"
  • "Tela"
  • . ..PRÊMIO 'MELHORES LIVROS DE POESIAS 2012'.No dia 14 de setembro de 2012, em cerimônia realizada no Palácio de Cristal, na belíssima cidade de Petrópoli...
    Há 4 anos